• Sem categoria

    Velocidade no espaço

    Ao contrário distâncias terrestres comumente observadas e percorridas pelos seres humanos no planeta Terra, as distâncias no espaço, seja entre planetas ou estrelas, são tão grandes que praticamente são imensuráveis na imaginação humana.

    Para quebrar a barreira da distância as novas tecnologias de sondas espaciais devem ser desenvolvidas no intuito de otimizar a velocidade desses objetos, ou seja, faze-los percorrer uma maior área em um tempo menor.

    As sondas mais velozes e que estão em viagem pelo espaço são as sondas Voyager 1, Voyager 2 e New Horizons possuindo suas velocidades máximas de 17 Km/s, 15 Km/s e 21 Km/s respectivamente. As três naves espaciais possuem algumas características em comum, sendo o fato de ambas terem a sua energia interna gerada por elementos radioativos através de pequenos reatores nucleares, além de que ambas utilizaram o auxílio gravitacional de Júpiter para aumenta as suas velocidades.

    Por mais que a sonda New Horizons se locomova a uma velocidade 10 vezes maior que a velocidade de uma bala, seja capaz de realizar uma viagem entre as cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro em um tempo de cerca de 20 segundos e seja capaz de realizar a viagem a Lua que a missão Apollo em 1969 demorou cerce de três dias em apenas 9 horas, ou seja, 8 vezes mais rápido. Não pode-se considerar a velocidade da sonda New Horizons como adequada para viagens interestelares, pois apesar de demorar apenas cerca de 9 anos e meio para chegar em Plutão, esta sonda demoraria cerca de 80000 anos para alcançar a estrela mais próxima à Terra, próxima Centauri, localizada a 4,2 anos-luz.

    Entretanto comparando com a velocidade dos primeiros objetos lançados ao espaço pelos seres humanos, pode-se dizer que a sonda New Horizons demonstra e enorme evolução tecnológica das sondas espaciais, conforme as pesquisas e os investimentos aumentem nesta área será cada vez mais alcançadas velocidades maiores e o sonho de uma viagem interestelar estará mais palpável.

     

    Referências

    http://www.showmetech.com.br/15-curiosidades-sobre-missao-new-horizons-plutao/

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Programa_Voyager#cite_note-6

    https://pt.wikipedia.org/wiki/New_Horizons

  • Visitas

    Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças

    No dia 07 de novembro o Grupo de Estudos, pesquisa, extensão e inovação em Astronomia recebeu a visita do Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças, onde diversas atividades foram trabalhadas junto com os alunos.

    Dando início as atividades após a recepção, foi feita a observação de manchas solares com o auxílio de um telescópio eletrônico e lançamento de foguetes didáticos construídos à partir de materiais alternativos como garrafas pets.

    14955964_1170811806339342_5124365411017288819_n

    Já em sala de aula diversas atividades lúdicas foram realizadas: Nomenclatura, fases da Lua e volumes e distâncias dos planetas foram tema para o trabalho de oficinas e brincadeiras que ensinam de maneira prática e divertida conceitos de estudo da Astronomia.

    SONY DSC

    SONY DSC

    Finalizamos a visita de volta a pista de atletismo para um observação do céu noturno.

    Com o auxílio de telescópios e também a olho desarmado observamos e identificamos junto aos alunos planetas como Vénus, constelações como a de Escorpião, corpos como a Lua que é nosso satélite natural e satélites artificiais que cruzavam o céu eventualmente.

    Nós do grupo GEAstro agradecemos a companhia e esperamos novamente a visita do Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças para contribuirmos com o aprendizado em Astronáutica e Astronomia.

    [Best_Wordpress_Gallery id=”9″ gal_title=”Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças”]

     

  • AstroPB,  Sem categoria

    Observatório Astronômico Óptico GW 2702

    O Observatório Astronômico Óptico GW 2702, foi desenvolvido pelo Eng. Agrônomo, Astrônomo amador e pesquisador de Astronomia do grupo GEAstro (Grupo de Estudos, pesquisa, extensão, inovação em Astronomia) Wilson Henrique Tatto. Esse equipamento foi projetado para observações celestes em sua propriedade rural, no interior da cidade de Pato Branco – PR. A sua construção foi feita com materiais metálicos de baixo custo (adquiridos em ferro velho).

     

    Parte Estrutural Observatório GW 2702
    Parte Estrutural Observatório GW 2702

    A parte externa assim como a cúpula é feita de chapas galvanizadas compradas em uma funilaria. A abertura da cúpula foi projetada em sistema basculante feita com materiais acrílicos. O piso foi feito com madeirite e para dar acabamento foi utilizado um carpet. Já os acabamentos das paredes internas foram feitos com chapas Eucatex brancas com emendas tipo H de alumínio.

    Acabamentos da Parte interna
    Acabamentos da Parte interna

    A vantagem de se utilizar um observatório é que o mesmo ameniza a poluição visual externa causada por luzes, além de ser um local de referência para futuras observações, onde se pode guardar os equipamentos utilizados e realizar anotações de interesse, por ser um local de abrigo. O interessante seria instala-lo longe de grandes centros urbanos e construir com materiais que reflitam a luz.

    O pesquisador afirma que o equipamento de fabricação caseira projetado e fabricado por ele, pode ser realizado por qualquer pessoa, desde que a mesma, tenha noções de metalurgia.

    Observatório - Término de sua Construção
    Observatório – Término de   sua Construção

    A principal vantagem do equipamento é o baixo custo de fabricação, uma vez que foi construído quase que em sua totalidade (tirando as chapas galvanizadas) com materiais descartes encontrado em ferro velho, obras de construção civil e marcenaria. Ele estipula que o valor gasto na fabricação seja inferior a R$ 1.000,00, porém se fosse comercializá-lo para terceiros seria possível vender por preços de R$ 8.000,00 à 10.0000,00 dependendo do tamanho e dos gastos com os tipos de materiais.

    Observatório GW 2702 - Local de observações: Propriedade Rural - Sitio do Mel, Pato Branco - PR
    Observatório GW 2702 – Local de observações: Propriedade Rural – Sitio do Mel, Pato Branco – PR

    O nome GW 2702 é uma homenagem a sua namorada Gleisi, sendo assim GW significa Gleisi e Wilson e o número 2702 é a data de aniversário de namoro do casal, ou seja, 27 de fevereiro.

    IMG-20150820-WA0042

    Para mais informações sobre a construção e aplicação do observatório, favor entrar em contato com:

    Wilson Henrique Tatto

    Tel: (46) 9135 – 6372 VIVO

    (46) 9972 – 6872 TIM (Whatsapp)

    E mail: wilsonhenriquetatto@gmail.com

     

  • AstroPB

    Exploração Espacial

    As riquezas secretas do universo

    Seminário apresentado no 2º AstroPB que foi realizada em conjunto com a TECSUL 2016 pelo integrante do grupo GEAstro Ricardo Pedro.

    Space shuttle Atlantis is seen as it launches from pad 39A on Friday, July 8, 2011, at NASA's Kennedy Space Center in Cape Canaveral, Fla. The launch of Atlantis, STS-135, is the final flight of the shuttle program, a 12-day mission to the International Space Station. Photo Credit: (NASA/Bill Ingalls)
    Space shuttle Atlantis is seen as it launches from pad 39A on Friday, July 8, 2011, at NASA’s Kennedy Space Center in Cape Canaveral, Fla. The launch of Atlantis, STS-135, is the final flight of the shuttle program, a 12-day mission to the International Space Station. Photo Credit: (NASA/Bill Ingalls)

     

    PDF do seminário – Exploração espacial